Oficina “Novo Estatuto do Estrangeiro: O que é e como te afeta”

Nesse sábado, dia 24 de Novembro de 2012, o Educar para o Mundo organizará, em parceria com a Equipe de Base Warmis do coletivo Convergência de Culturas e com o apoio da Escola da Defensoria Pública do Estado de São Paulo, a oficina “Novo Estatuto do Estrangeiro: O que é e como te afeta”, no Memorial da Resistência em São Paulo.

O intuito do encontro, que se repetirá ainda em outras datas e em outros locais, é pautar a legislação que recai sobre os imigrantes (o atual Estatuto do Estrangeiro e seu projeto de reforma, o PL 5655/2009, assim como o Código Penal e sua respectiva proposta de atualização), apresentando e discutindo-a com esses sujeitos do direito. Quais as motivações e concepções por trás dos artigos? O que corresponde ou não com a realidade, com a proteção dos Direitos Humanos daqueles que migram, ou mesmo com a nossa Constituição?

A oficina, que já aconteceu também no dia 17/11 no CAMI – Centro de Apoio ao Migrante, será repetida em outros locais e datas, e espera-se que possíveis disseminadores destes temas entre a comunidade migrante sejam capacitados pelo encontro.

Oficina  “Novo Estatuto do Estrangeiro: O que é e como te afeta”, 24/11/2012 às 14h no Memorial da Resistência (Largo General Osório, 66)

Anúncios

Fotos da exibição do Documentário “Olhares da Kantuta”

No domingo dia 21 de Outubro desse ano, o Educar para o Mundo exibiu em vários horários, na sede da Associação Kantuta, o documentário “Olhares da Kantuta”, produzido ali mesmo, que pode ser conferido aqui no nosso blog. Compareceram às exibições várias das crianças que colaboraram na execução do projeto, assim como pais e outros interessados.

“Olhares da Kantuta” foi produzido a partir de uma colaboração entre o Educar Para o Mundo, o Instituto Criar de TV, Cinema e Novas Mídias e frequentadores da praça Kantuta, conhecida como importante centro de expressão da cultura latino-americana no bairro do Pari, em São Paulo.

Confira as fotos do dia da exibição:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Política brasileira para as migrações: Interesse Nacional vs. Direitos Humanos

O projeto de extensão universitária “Educar para o Mundo”, buscando promover o diálogo entre a Universidade e a Sociedade, realizará mais uma Formação Aberta. Dessa vez, convidamos a todas e todos para uma discussão sobre a política brasileira para as migrações, tendo em pauta tanto questões relativas aos direitos humanos quanto ao interesse nacional.

O encontro contará com a presença de Paulo Sérgio de Almeida, presidente do Conselho Nacional de Imigração; Jobana Moya, imigrante boliviana no Brasil e membro do organismo Convergência das Culturas; e Deisy Ventura, professora do IRI-USP e coordenadora do “Educar para o Mundo”.

Mais informações pelo correio eletrônico epm.guima@gmail.com

LOCAL: FEA-USP, sala A1 (Av. Professor Luciano Gualberto, 908)

DATA: 17 de março, quinta-feira

HORÁRIO: 17h

Obs.: Não é necessária inscrição prévia.

Cor aos invisíveis

“A intervenção ocorrida no domingo dia 21 de novembro na Praça Kantuta foi, entre outras coisas, a nossa resposta à aridez do racionalismo puro. (…) Nos cabe agora trazer estas experiências de volta aos nossos grupos de pesquisa, nossas salas de aula, nossos orientadores, através da ponte aberta pela extensão universitária. Quem sabe assim não conseguimos aos poucos contaminar a academia com oxigênio novo para que ela volte a produzir alguma cor para os invisíveis.” A intervenção realizada pelo Educar para o Mundo é uma das atividades autogestionadas do Fórum Social São Paulo, cujo site noticiou a atividade. Leia aqui o relato completo e a notícia.

Convite para formação aberta

O projeto Educar para o mundo convida para sua atividade de formação, aberta ao público, sobre “Os migrantes e a indústria de confecções em São Paulo”, com a presença de Carlos Freire da Silva, Mestre em Sociologia pela USP, que atualmente elabora a tese de doutorado “Dinâmicas urbanas e mercado informal: das calçadas às lojas de galeria”. O evento ocorrerá no dia 2 de setembro, quinta-feira, das 17h30 às 19h, na Sala G7 do prédio principal da FEA (Cidade Universitária). Venha conhecer a gente !