“Imigração seletiva” e “drenagem de cérebros”, projeto da Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência do Brasil

“A primeira versão do projeto da SAE, elaborada por uma equipe formada por economistas, juristas, demógrafos e sociólogos, deverá sair em dois meses. Os responsáveis admitem que o objetivo é propor o que Paes de Barros [o economista Ricardo Paes de Barros, coordenador] chama de processo de imigração seletiva, que priorize a “drenagem de cérebros”, mas estabeleça limites para os estrangeiros que chegam fugindo da pobreza de seus países”.  Parece que o governo brasileiro abandonou a estratégia de construção de uma política migratória, começada durante o governo Lula, para promover estratégia de atração de mão de obra especializada, a fim de prover necessidades de setores específicos. Órgãos como a Secretaria Nacional de Justiça, a Secretaria de Direitos Humanos, o Ministério do Trabalho e o Conselho Nacional de Imigração não são mencionados como membros da equipe formada na Secretaria de Assuntos Estratégicos da Presidência da República. Leia aqui a reportagem do Jornal O Globo, que repercutiu no mundo inteiro (por exemplo, Brasil busca convertirse en un país de inmigrantes profesionales, no El País, de Madri).

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s