O nomadismo sem fronteiras é um mito político, entrevista com Henriette Asséo

Desde o final da Idade Média, a história dos ciganos confunde-se com a das nações européias onde vivem. Logo, porque certas denominações atribuídas aos ciganos revestem-se de uma conotação pejorativa? Leia aqui  entrevista concedida ao Le Monde pela historiadora Henriette Asséo, professora da Escola de Altos Estudos de Ciências Sociais

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s