Bunting e o véu integral: “libertação” não se faz por decreto – não cabe ao Estado dizer o que as mulheres devem vestir

It is not difficult to see the racism which permeates this debate. It is about assertion of identity – under the soubriquet of protecting “our way of life” – and crucial to that is forcing a choice: do you subscribe or don’t you? Sign up or get out. But such choices are notoriously slippery. Who gets to decide what our way of life is exactly? Leia o artigo de Madeleine Bunting em inglês (The Guardian) ou em francês (Courier International).

Enviado por Luciana de Paula (IHEAL-Paris)

E não perca a sátira à lei francesa numa seção especial de cartoons do Charlie Hebdo.

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s