A sociedade do mal-estar, debate entre Alain Ehrenberg e Robert Castel

“A defesa do direito, da igualdade de proteção e do papel regulador do Estado não são coisas do passado. Seriam, na verdade, as condições necessárias para continuar a “fazer sociedade”. Cedendo à celebração incondicional da autonomia descontextualizada de suas condições de existência, a Sociedade do mal-estar elude o peso das dinâmicas econômicas e das coerções sociais que destroem a autonomia. Para retomar os termos que Alain Ehrenberg teve o grande mérito de esclarecer, a autonomia ainda é, na França e sem dúvida também nos Estados Unidos, muito mais uma aspiração do que uma condição”. Leia a resenha de La Société du malaise, de Alain Ehrenberg (Paris: Odile Jacob, 2010), elaborada por Robert Castel: Autonomy: Aspiration, or Condition? A seguir, a resposta de Ehrenberg: Society of Discontent or Discontent in Society ? Tudo isto no site La vie des idées.

Anúncios

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s