A era da desatenção – somos todos hiperativos?

Após epidemia de diagnósticos de transtorno de deficit de atenção e hiperatividade em crianças, adultos encontram nas drogas Ritalina e Concerta, os nomes comerciais do metilfenidato, a tábua de salvação para o baixo desempenho na era multimídia -1,2 milhão de caixas de remédio foram vendidas no Brasil em 2008. Leia aqui a matéria de Marcelo Leite e Cláudia Collucci, publicada hoje na Ilustríssima.

Anúncios

2 pensamentos sobre “A era da desatenção – somos todos hiperativos?

  1. Querida Deisy,

    Esse teu questionamento é, justamente, uma das teorias que desenvolvi lecionando, quando me dei conta que parcela significativa dos meus alunos adolescentes e pré-adolescentes eram entupidos de medicamentos para déficit de atenção. Detalhe: TODOS aqueles que frequentavam psicólogos/psiquiatras eram medicados. Os que não, bem, AINDA não tomavam nada. Problemas das crianças ou dos médicos? Algo para refletir no futuro.

    Beijos!

    F.

  2. Esse Fabio Floriano é um baita hipócrita, sem falar na arrogância que carrega consigo …

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s