Despejo na favela: o caso FASE-FEBEM no RS

Em Porto Alegre, está prestes a ser aprovado o PL/338, que é um dos grandes negócios imobiliários da Copa do Mundo, disfarçado de melhoria da qualidade da Fundação de Atendimento Sócio-Educativo (FASE). O Executivo estadual (com apoio de boa parte do Legislativo) quer vender o terreno da FASE na capital gaúcha, uma área estimada em 74 hectares no Morro Santa Teresa, próxima ao estádio Beira-Rio (berço de 17 espécies vegetais, algumas ameaçadas de extinção, além de nascentes e cursos d’água) e despejar cerca de 20.000 mil pessoas, muitas delas residentes no local há setenta anos.

Veja aqui músicas de Adoniran Barbosa e charges de Santiago, Eugenio, Bier e Simch, que nos ajudam a contar o “Causo” FASE-FEBEM.

(Aqui o arquivo em pptx: Causo FASE-FEBEM 2)

Postado por Emiliano Maldonado

Anúncios

2 pensamentos sobre “Despejo na favela: o caso FASE-FEBEM no RS

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s