Migração Interna no Brasil, do IPEA

A migração interna no Brasil é o tema deste trabalho. O fenômeno da migração, em geral, escapa de imediato aos olhos dos analistas pela sua complexidade, submetida muitas vezes às hipóteses mais óbvias, como a atração pelas “luzes da cidade” ou a repulsão motivada por condições objetivas, econômicas e outras relacionadas ao mercado de trabalho. Em termos genéricos, essas indagações a respeito da migração omitem os fatores que podem ter determinado as partidas, a diversidade das condições que as motivaram e as trajetórias pessoais dos migrantes. Este trabalho – ainda consciente dos limites das suas indagações, todas marcadas pelas limitações e potenciais das estatísticas disponíveis, – procura desenvolver uma reflexão a respeito da origem dos migrantes brasileiros, das suas particularidades e das qualidades sócio-econômicas que vão caracterizá-los quando se encontrarem em seus destinos posteriores. Muitos migrantes voltam. Outros mantêm comunicações por palavras com parentes, amigos e familiares. Há ainda os que estendem essas comunicações ou as reduzem ao envio de recursos econômicos, silêncio motivado pelo sofrimento das saudades, pela vergonha, pelo orgulho duro das atividades e das situações de vida experimentadas, pela expectativa de reencontro. Em todo caso, o migrante nem sempre é um sem lugar, inclassificável. Ele ocupa posições no mundo do trabalho; é objeto de especulações como “nordestino, nortista, paraíba”, “é feito para trabalhar na construção civil como pedreiro ou ajudante de pedreiro”; ou simplesmente suscita, como nos designativos citados, reações de rejeição e preconceito. Este trabalho procura qualificar o migrante brasileiro em quatro momentos do tempo, tentando reelaborar, tanto quanto possível em um texto limitado em tamanho e pretensões, argumentos sobre as causas econômicas, sociais, políticas do fenômeno. Serão adicionados argumentos para que se conheçam alguns efeitos do fenômeno, tanto na estrutura demográfica das regiões de origem quanto nas regiões de destino (IPEA). Leia aqui a íntegra de Migração Interna no Brasil, Comunicado do IPEA Nº 61, de 17/8/2010

About these ads

Comentar

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s